2008-06-06

Raid BTT Minde - 18 de Maio de 2008

O JP é modesto e o assunto passou quase sem se dar por ele, mas este menino fez 31º lugar nesta prova, com 2:31:16 nos 45 km, apenas mais 33:31 que o primeiro classificado. É do conhecimento geral que aquela zona é o reino da pedra, e a prova fez questão em reflectir isso, como tal o resultado ainda deve ser mais valorizado.
Classificaram-se 257 ciclistas.
O RB não conseguiu concluir a prova porque após um voo picado tentou aterrar só com um dedo e não teve sucesso nesta experiência, mas tudo aponta que o dedo está a clarear e recuperar movimentos a bom ritmo para estar em condições nas 24 H que se aproximam.

Editado em 2008.07.02
Relato do JP:

"Peço desculpa a todos por não ter conseguido mais cedo fazer aqui um relato daquela que foi a minha participação no Raid em Minde, já no passado dia 18/05/2008.

A pedido do nosso Presidente e também porque a organização do Raid assim o merece, aqui fica um relato daquilo que ainda me é possível lembrar.
Começo realmente por elogiar a organização deste Raid. Mostrou a muita e boa gente, como por apenas 12 euros de inscrição, se consegue levar a efeito uma tão boa maratona, raid, prova, passeio, ou o que quer que se lhe queira chamar. Boa localização do secretariado. Rápida e eficaz entrega de dorsais a cerca de 400 participantes (sensivelmente). Muito bonito, exigente e duro percurso. :-)
Muito bem marcado. Bem auxiliado por voluntários que nas suas motos ou moto4 ajudavam na estradas, cruzamentos e pontos mais perigosos. Forte presença das forças da GNR a comandar o trânsito. Forte e boa presença dos Bombeiros Voluntários. Rápidos e quentinhos banhos no final. Ao que me contaram e porque não parei lá, um bom ponto de abastecimento de sólidos e líquidos. E para terminar, muito espaçoso recinto para as refeições, que de uma forma rápida serviram uma boa refeição composta por sopa, dois pratos à escolha (um de peixe e outro de carne), águas, sumos, cerveja ou vinho, e ainda peças de fruta para sobremesa.

Por tudo isto, uma grande luz verde a esta organização. Fizeram por merecer!!!

No que diz respeito à minha participação, saldou-se pela positiva. Fiquei-me pelo 31º lugar num total de 257 participantes que concluíram este difícil Raid de 45 kms, com o tempo de 2h 32m 23s.

A presença de fortes subidas e muita pedra era desde logo um dificuldade que sabia que ía encontrar, no entanto não estava à espera era de alguns aguaceiros que dificultaram e muito a transposição às pedras. Nomeadamente uma tal descida por volta do km 18, que em condições normais já seria complicada... quanto mais molhadinha...!

Belas paisagens, várias passagens por aldeias onde os populares aplaudiam e incentivam todos os concorrentes, longas subidas, algumas descidas engraçadas e com vários niveis de dificuldade, enfim, tudo aquilo que se quer num evento destes.

O pior estava mesmo guardado para o final, onde após longa subida mas em asfalto, onde as cãibras começaram a ameaçar, seguiu-se um complicado e perigoso single-track em pedra solta a descer (o chamado Downhill de Minde), isto mesmo antes de entrarmos no centro de Minde onde estava situada a meta, em pleno jardim e com bastante gente a ver a chegada.

Aqui, ao terminar, meti o pé no chão para me lerem o dorsal e dali já não saí sem ajuda...! A custo lá me livrei da bicicleta, mas tiveram de me vir buscar. Não consegui dar um só passo, que fosse! Felizmente estava por ali um "massagista" lá do clube da terra, que prontamente se ofereceu para me ajudar. Afastaram as baias que isolavam a zona de meta. Abriu-se um espaço no passeio bem no meio das pessoas que assistiam à chegada e ali mesmo me deitei de costas enquanto o tal senhor me massajou a pernas. Uns minutos depois e lá me levantei...!

A mesma sorte não teve o nosso amigo Rui Berrincha, pois uma queda logo nos kms iniciais do Raid e precisamente na primeira descida após uma longa e difícil subida, fez com que com enorme esforço ainda conseguisse chegar ao primeiro posto de abastecimento, mas ali mesmo foi obrigado a desistir e acompanhado pelos Bombeiros, teve de se deslocar ao hospital afim de ser radiografado a um dedo que teimou em fazer de "trem de aterragem". Várias escuriações nas pernas e braços também eram bem patentes do forte impacto que teve com o solo. Felizmente, nada de grave se confirmou! Apenas umas mazelas para mais tarde recordar! Amigo RB, a continuação das tuas melhoras!

E pronto, apesar de algum tempo passado e como diz o ditado: "Mais vale tarde do que nunca", aqui ficou o relato do 1º Raid a Minde.

Não sei se chegaram a este ponto do relato, mas se sim, o meu obrigado pela paciência de o terem feito! :-)

Aquele abraço"

1 comentário:

http://www.btt.minde.eu disse...

Caros,

Muito obrigado pelo v/ relato, bem descritivo e que nos deixa orgulhosos.

Esperamos que se tenham divertido muito a fazer o percurso, tal como nós nos divertimos na organização. Foi pena o Rui Berrincha.

Vamos colocar este relato em grande destaque no blog privado da organização.

Muito obrigado.

www.btt.minde.eu
bttminde@gmail.com